O SOM DE 2011 – JAMES BLAKE

James Blake foi apontado como a grande promessa da música para 2011, e seu debut lançado recentemente não deixa dúvidas sobre seu brilhantismo. É, realmente, o grande disco do ano, que já surge como “statment de design sonoro”.

O cantor está à frente de um movimento minimalista na música que tem sido
detectado desde o álbum “Medulla” da Björk em 2004, passando recentemente por The XX, Nicolas Jaar e Jamie Smith. O que ele tem para propôr é novo e singular:  dubstep com batidas instáveis e desconstruídas, e acima de tudo… simples.

Simples? Bem, há controvérsias. Blake se apropria das pausas nas canções de uma maneira tão cuidadosa que o silêncio acaba se tornando um instrumento. Isso gera uma atmosfera altamente emotiva, capaz de fazer qualquer um tremer por dentro.

O álbum todo foi composto, produzido e gravado pelo próprio rapaz, no seu quarto. Essa aura de intimidade transparece nas músicas, que parecem ser cochichadas como se fossem um segredo valioso.

Mas essa onda silenciosa não cai na chatice, ao contrário do que poderia supor um ouvido preconceituoso. Aqui, existe dinâmica suficiente para fugir do tédio. É uma sonoridade que reflete nitidamente a idade contemporânea. É o que, no futuro, será conhecido como “o som de 2011”, da mesma forma que, por exemplo, a disco music marcou os anos 70.

Ah, em tempo: ele é um desses casos raros que conseguem transformar uma música já sensacional em outra melhor ainda. Ouça “Limit To Your Love”, original da cantora Feist:

Sabe das coisas esse James!

Anúncios

3 Respostas para “O SOM DE 2011 – JAMES BLAKE

  1. James Blake é quase um mestre no que faz, mas ainda é muito dificil chamar de mestre alguém que não viveu nem 1/4 da sua vida.
    Li em uma entrevista que ele curte muito as pausas das músicas, pricipalmente nos shows. Deixar o espectador esperando, em silêncio.
    Acho que em certos pontos, ele mudou comparando as musicas lançadas anterior e fora do álbum. Já foi atrás da história do Wilhelm Scream? o grito utilizado no cinema em todos os Star Wars, indiana jones, filmes de terror e coisas geeks afins.

  2. que ótimo, não sabia sobre isso do grito! =D

  3. Pingback: CLIPE NOVO DO JAMES BLAKE | ALGUNS TORMENTOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s