DE NORAH JONES A BON JOVI

por Samanta Alcardo

It’s all your fault, Jon.

Estava aqui sozinha ouvindo The Fall, da Norah Jones. Mais precisamente Manhattan, minha música favorita do disco. Letra foda sobre separação. O disco inteiro basicamente é sobre o fim de um relacionamento de 7 anos que Norah Jones teve com o baixista de sua banda. E ouvindo essa música eu comecei a pensar um monte de coisas.

Eu ando bastante assustada com os homens. Nunca vi tanta gente com o coração partido por causa de homens. E não é uma questão de amor não correspondido, não. Antes fosse, minha gente. Questão de sujeirada mesmo, imaturidade, falta de decência, falta de coragem, falta de tato, mentira. Uma história atrás da outra.

Eu poderia me concentrar no pensamento “puxa, tenho muita sorte de não estar nessa”. Mas tem como pensar assim ao ver pessoas queridas sofrendo? Eu nem consigo. Aí minha vida tem sido equilibrar a vontade de tentar amenizar o sofrimento e as reflexões (que não ajudam em nada, mas que de alguma maneira me ensinam). O que será que acontece com as pessoas? Por que todo mundo basicamente tem MEDO de sentimentos e sai fazendo um monte de idiotices?

Tem todo o lance da diferença entre os sexos, né. Mas, além disso, eu vejo muita confusão. Vejo muita gente que se gosta não conseguindo fazer a coisa funcionar porque basicamente só um lado de esforça. As pessoas estão muito presas em si mesmas, ninguém quer ceder por uma causa maior. E meu amigo, pode apostar que o lance todo só dá certo com MUITO esforço (isso eu estou falando por mim, se você leitor tiver um relacionamento incrível e fácil, escreva o seu depoimento, por favor).

Será que tem a ver com o que as mulheres esperam? Estava lembrando agora de umas coisas que pensei durante o show do Bon Jovi no começo desse mês. Toda aquela magia do homem que faz tudo pela mulher (já repararam quantos EVERYTHING tem nas letras do Bon Jovi??). Toda a magia do homem que põe o amor em primeiro lugar. A-ham. Homens não vivem e morrem por nós. Não dão o sangue nem a vida por nós. Homens são relapsos, nunca dão a atenção que a gente espera e acha que merece… por que mulheres querem bastante, né gente? Não dá pra negar. Ok, Bon Jovi é exagerado. Mas eu e várias amigas crescemos ouvindo músicas tipo Always e In These Arms. O que a gente podia esperar? E essas são as melhores canções de amor, não são? Ah são.

Deve ser porque não são reais. Because reality sucks.

Nessa hora eu acho que fé é o que liga. Porque gente, existem homens legais. Eu juro, eles EXISTEM. Só que eles se perdem um pouco na multidão quando pensamos na quantidade de seres canalhas em vigor. Triste. Mas acho que a gente só encontra enquanto tenta, né? E ah, sei lá, eu acho que o Bon Jovi exagera, mas não mente. Acho mesmo.

I'll be there for you, Norah.

Anúncios

5 Respostas para “DE NORAH JONES A BON JOVI

  1. Não iria comentar porque não tinha coragem… Mas, falando com o Duda agora por telefone, mudei de idéia… Eh que amooooo TUDO que tu escreve… e escreves TAOoooo bem que não me atrevi a comentar nada ate agora…Este especialmente foi oooootimoooo !!!!!

    • Poxa Tita, eu quase chorei de emoção com seu comentário! Que fofa! Muito obrigada pelos elogios, fiquei até vermelha. rs Com certeza é um incentivo a mais pra eu continuar escrevendo (e pra minha eterna insegurança rs).

      Beijo!
      =)

  2. Eu adoraria me inspirar em ti e escrever algo do meu interesse… moro em NY, todo mundo pensa que quem vive aqui tem muito a dizer… de fato, muitas coisas acontecem ao mesmo tempo… mas, sabe quando a gente vai a praia de ferias e tem vontade de ver o mar todos os dias e não entende como as pessoas que moram na praia não fazem o mesmo… eh isso! Não sei o que poderia interessar a outra pessoa a vida cotidiana… mas, quando lei o que tu escreve, eh tão inspirardor… Estou pensando sobre o assunto, o fato eh que adoro cada palavra !!!!

    • Poxa Tita, por que você não tenta escrever? Tentar não custa nada!
      Se bem que eu acho que entendo sua sensação: quando eu ouço músicas que amo bastante, eu fico com uma pontinha de tristeza porque gostaria MUITO de conseguir fazer coisas incríveis como escrever uma letra bonita, compor uma melodia… mas, no meu caso específico (e em se tratando de música), acho que nasci pra admirar somente, sabe? E aí me contento e fico feliz por ter condições de conhecer artistas incríveis que me tocam e me inspiram.

      Mas eu acho que você devia tentar! Se não for escrever para outros lerem, escreva para você. 🙂

  3. Bom , acho que essa relação de fé é oque vale mesmo.
    Nunca num relacionamento uma pessoa sente exatamente oque a outra quer , oque espera e tudo mais. Se você esperar que alguem consiga fazer tudo isso perfeitamente como as canções de amor dizem , ai , só quebra a cara mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s