JOÃO VALENTÃO É UM CARA LEGAL

por Eduardo Biz

Na revista Veja dessa semana, o colunista Roberto Pompeu de Toledo escreveu um texto bacana sobre três grandes personagens da MPB, encontrados em canções célebres do repertório nacional. Um deles é João Valentão, da música de Dorival Caymmi de mesmo título, que fui conhecer há alguns anos através de um DVD da Maria Bethânia, onde Nana Caymmi faz uma participação especial:

Essa música sempre me chamou atenção, não apenas pela interpretação forte da Nana, mas pelas contradições que a letra carrega. Basicamente, como o próprio título sugere, fala sobre um brutamontes que não dispensa uma boa briga, mas cujo coração amolece no final do dia, quando chega cansado para o aconchego do lar.

Não sei explicar exatamente porque, mas acho que essa música tem um alto nível de identificação com nós brasileiros, e sinto um certo orgulho patriótico ao ouví-la. Talvez seja porque João Valentão é, simultaneamente, o bruto e o sensível, como nós também aprendemos a ser para conseguir viver num país tão problemático e também tão belo. Esse lance de “não precisar dormir pra sonhar, porque não há sonho mais lindo do que sua terra” me pega de jeito, ou vai ver só acordei meio tupiniquim hoje.

Anúncios

2 Respostas para “JOÃO VALENTÃO É UM CARA LEGAL

  1. Puxa, muito coerente a comparação com os brasileiros. E achei a música bem bonita. 🙂

  2. João Vinícius

    meu pai cantava essa parte pra mim quando eu fazia birra. vou ficando por aqui. obrigado, eduardo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s